Quatro dicas para se comunicar de forma assertiva no mercado de trabalho

Não importa sua área de atuação, a comunicação, certamente, é um fator de grande relevância para o sucesso do seu trabalho. Seja com os colegas do ambiente profissional, com fornecedores ou clientes, em algum nível a comunicação vai impactar seus resultados positiva ou negativamente.

A comunicação influencia em grande medida o clima empresarial e, como sua interpretação é individual, quando não acontece de forma clara, pode ocasionar ruídos, desvios e conflitos nas equipes.

Renato Mendes, consultor de carreiras da plataforma de empregos Job1 explica que o excesso de informação ou a ausência da mesma pode gerar ansiedade, desconforto e até desmotivação, por isso é fundamental desenvolver uma comunicação assertiva no ambiente corporativo. “O bom comunicador nunca dá margem a dúvidas. Ele é claro e conciso, expressa-se aberta e honestamente e não nega aos outros o direito de se expressarem”, afirma.

Para quem deseja melhorar sua comunicação e, desta forma, atingir seus objetivos, Renato Mendes traz quatro dicas para construir uma comunicação assertiva na vida profissional:

  1. Tenha conhecimento do tema a ser abordado: Quando você fala com propriedade, passa segurança àqueles que ouvem e corre menos risco de ser mal interpretado. Antes de tomar uma posição com relação a qualquer tema no ambiente corporativo, certifique-se de que sabe do que está falando e de que analisou os diversos ângulos da questão.
  1. Use a empatia: Sempre que for passar qualquer mensagem, procure colocar-se no lugar de quem vai ouvi-la. A intenção da empatia não é que você deixe de falar o que é necessário, mas que perceba como a mensagem pode ser captada pelo ouvinte e avalie qual é a melhor forma de transmiti-la para que seja, de fato, compreendida.
  1. Simplifique: Certifique-se de que o vocabulário que está usando é o que melhor se comunica com quem ouvirá a mensagem. Todas as coisas podem ser ditas de diferentes formas, de modo que qualquer pessoa possa entender o conteúdo transmitido. Termos técnicos ou estrangeiros e jargões profissionais só devem ser usados se você realmente acredita que o outro compreenderá o que você está querendo falar. Na dúvida, simplifique.
  1. Posicione-se: Quem tem uma comunicação assertiva vai direto ao ponto, não impõe sua opinião, mas também não se sujeita resignadamente ao que não acredita. Uma pessoa assertiva não é agressiva nem passiva. Ela se posiciona de forma clara e direta, mas sempre com muita empatia e clareza.

Renato Mendes complementa: “A base da comunicação assertiva é ‘ir direto ao ponto’, ou seja, transmitir ideias e opiniões de modo direto e objetivo. Mas para que ela de fato aconteça é preciso ter conhecimento do tema e empatia para falar com confiança e transmitir credibilidade”.

Sobre Renato Mendes:
Renato Mendes é consultor de carreiras da Job1. Graduado em psicologia e administração de empresas, pós graduado em Liderança e Gestão de pessoas pela FGV, tem ampla experiência nas áreas de Treinamento & Desenvolvimento, Headhunting, Executive Coaching, Projetos Especiais e Terceirização de pessoal, Recrutamento e Seleção de Pessoal.

Leave a Reply