Uma oportunidade de negocio que surgiu com a necessidade do Networking

Muito além do Networking – Como a tecnologia pode revolucionar o mundo dos negócios.

Networking é uma expressão em inglês que representa uma rede de contatos, ou seja, as pessoas que você conhece e os relacionamentos pessoais, comerciais e profissionais que mantém com elas. De forma resumida, significa que quanto maior for sua rede de contatos, maior será sua possibilidade de conseguir uma colocação profissional, fechar negócios e obter informações privilegiadas.

Para nove entre dez profissionais bem sucedidos, a habilidade de fazer networking é uma das mais poderosas ferramentas para se alcançar o sucesso. Segundo o Professor PhD Douglas de Matteu, Presidente do Instituto de Alta Performance Humana, a rede de networking no mundo dos negócios é sem sombra de dúvida, um fator crítico para sucesso profissional e dos negócios. Para ele, uma poderosa rede de contatos pode ser o maior diferencial competitivo de uma empresa. “Desenvolver um bom networking geralmente leva muito tempo e dedicação. Acessar as pessoas chaves do mercado geralmente é um grande desafio, porém quem tem uma rede confiável e qualificada sai na frente. Eu acredito que selecionar e construir uma poderosa rede networking pode ser considerado um dos segredos do sucesso de grandes corporações e de profissionais”, afirma.

O escritor americano Tommy Spaulding, autor do livro “O Poder do Networking”, afirma que ninguém chega ao sucesso sozinho e ele está certo, mas em um mundo onde este “poder” já é conhecido, cada vez mais pessoas se colocam como intermediárias entre terceiros e sua rede de contatos para ganhar dinheiro pelo simples fato de conectar duas pontas que não se conheceriam facilmente sem esta intermediação.

O Networking Marketing, por exemplo, é um tipo de franquia que faz com que o investidor compartilhe e indique empresas e produtos para sua rede de contatos, uma espécie de publicidade espontânea validada pela indicação do investidor, sem que isso não seja exposto para a rede. Desta forma, o investidor “A” compartilha a indicação de um produto ou serviço para a sua rede de contatos, sem em nenhum momento deixar claro que está sendo remunerado para isso. Ele “valida” o produto com a sua reputação e, assim, atrai o interesse de sua rede para a empresa ou produto divulgados.

Outro modelo de negócio cada vez mais comum são os grupos de Networking espalhados por todo Brasil e o mundo. Neles, na esperança de criar oportunidades de negócio, pessoas se deslocam para reuniões semanais e pagam altas anuidades, apenas para terem a chance de conhecer novas pessoas que podem vir a indicá-las para novos negócios, ainda que não haja nenhuma garantia de que isso, de fato, acontecerá.

Nos anos 60, o psicólogo americano Stanley Milgram demonstrou que todas as pessoas estão separadas por, no máximo, seis outras. Ou seja, teoricamente é possível, por meio de alguém que conhece alguém que conhece alguém, falar até com o presidente dos Estados Unidos ou qualquer outra grande autoridade ou celebridade global. A base da teoria é desmontar que o mundo é muito mais reduzido do que pensamos.

Um estudo recente realizado por uma universidade italiana em parceria com o Facebook fez simulações com 69 bilhões de relações de amizade de 721 milhões de usuários da rede e a conclusão foi que hoje seria matematicamente possível falar com o papa – caso o papa esteja no Facebook – com apenas quatro indicações. Mas quem tem mais de 200 contatos em uma rede social sabe que quantidade não é qualidade. Segundo o professor Robert Cross, especialista em comportamento organizacional da Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, em um artigo publicado na revista Harvard Business Review, “Quem tenta se relacionar com um monte de gente ao mesmo tempo tende a aproveitar mal as conexões, pois a atenção se dispersa”.

O empresário André Galassi acrescenta que há ainda um outro ponto que pode impedir que a conexão entre as duas pontas de fato se realize, mesmo que existam os intermediários necessários entre elas. “Ainda que você tenha uma rede que possa te levar, em alguns poucos contatos, em direção à pessoa com quem precisa falar, você necessariamente dependerá da disponibilidade e boa vontade destes contatos em te conectarem com a outra ponta, o que pode levar muito tempo e, em alguns casos, nem acontecer”.

André conta que depois de grandes conquistas profissionais no ramo de comércio internacional, ele e seu sócio, Dominic MacDermot, resolveram usar os contatos que haviam adquirido ao longo da carreira para gerar novos negócios. Mas o primeiro grande projeto não pôde ser concretizado porque, para que conectassem os interessados no negócio, haviam diversos intermediários e lobistas que inviabilizaram os contatos. Frustrados com a dificuldade de fazer conexões que seriam relevantes para ambas as partes, questionaram-se se não haveria uma tecnologia que fosse capaz de conectar pessoas reais com interesses reais.

Foi da dificuldade encontrada que surgiu uma grande ideia e, com a ajuda de especialistas em tecnologia da informação, André e Dominic idealizaram uma plataforma on line de oportunidades e negócios que conecta pessoas com interesses específicos em comum de forma dinâmica e eficiente, o Contaty.

André explica que na plataforma o usuário descreve o que tem para oferecer ou o que busca e, através da linguagem natural, a inteligência do sistema oferece outras opções de palavras que ajudem a deixar a oferta ou busca ainda mais detalhada e específica. Trata-se da tecnologia do funil de relevância, que faz uso do conceito de cauda longa da internet. Mas o usuário não precisa entender de tecnologia. A plataforma é amigável e busca, em milésimos de segundos, em toda a sua base, unir as duas pontas de interesses: quem oferece algo, com quem busca a mesma coisa. É o chamado match inteligente.

Para Dominic, no mundo em que o networking move as relações comerciais e pessoais, o Contaty faz a diferença porque se encarrega de fazer estas conexões e coloca interesses em comum em contato gratuitamente, sem intermediários, sem indexação, de forma rápida e eficiente.

Hoje a plataforma funciona em sua versão Beta em cerca de 100 países e já conta com mais de 9000 pessoas cadastradas e cerca de 6000 experiências de match inteligente. São mais de 5000 interesses cadastrados e os números aumentam a cada dia.

O especialista em comércio internacional Tiago Ravazzi conta que conheceu o Contaty por indicação de um parceiro de negócios. “Quando ingressei no site minha demanda era a compra de produtos alimentícios na América do Sul e, ao mesmo tempo, a oferta de venda dos mesmos para todo o mundo. Mas, conforme usava a plataforma, encontrava outras solicitações e ofertas relacionadas a minha área de atuação como buscar opções de serviços de transporte, por exemplo”, conta. Tiago explica que, nos processos tradicionais, a busca por um parceiro pode levar sete a dez dias para quem já é da área de atuação e até um mês para aquele que quer se inserir em um ramo de negócio. Já no Contaty, teve experiências de matches (nome dado ao encontro de oferta e procura na plataforma) em apenas algumas horas após registrar sua demanda: “Creio que o máximo que esperei para o match acontecer foram três dias. Fiquei surpreso com a eficácia, pois a ferramenta indica pessoas que estão realmente interessadas no que você procura ou oferece. Ou seja, pessoas sérias que estão em busca de um parceiro certo”.

Para Carlos Faustino, consultor empresarial especialista em consultoria de gestão, a rede de networking no mundo globalizado é a melhor ferramenta de divulgação, comunicação, relacionamento que existe. “A velocidade da internet e seus recursos são extremamente importantes no mundo dos negócios, por sua rapidez na comunicação daquilo que preciso com aquele que tem o que preciso”, afirma. Na opinião dele, em um mundo em que o networking move as relações comerciais e pessoais, uma plataforma que se encarrega de fazer estas conexões e coloca interesses em comum em contato, gratuitamente e sem intermediários, pode transformar o mundo dos negócios, na medida em que oferece opções e alternativas que mudarão a forma de ver e fazer negócios com economia e segurança.

Douglas Matteu concorda: “Uma ferramenta desse tipo pode revolucionar a forma de fazer negócios! Conectar compradores a vendedores sempre foi um grande desafio que demanda investimento. Fazer tudo isso de graça e com esse nível de abrangência e penetração pode ser, verdadeiramente, um grande diferencial”.

André Galassi explica que o diferencial da ferramenta está na qualidade da informação: “O Contaty facilita a comunicação entre quem oferece e quem procura, possibilitando a negociação de qualquer produto em qualquer lugar do planeta”. Ele completa: “Você pode negociar com Indianos, russos, japoneses, americanos, ingleses, italianos e claro, brasileiros… São cerca de 100 países conectados e este número continua aumentando. A plataforma oferece segurança e você só entra em contato com pessoas que realmente te interessam, sem mensagens indesejadas, e-mails ou vazamento de dados. Nosso objetivo é encurtar distâncias com velocidade e eficácia e, assim, tornar os negócios mais práticos e rápidos, independentemente de onde as pessoas estejam”.

No Responses

Leave a Reply