“Ter meu próprio negócio”, é o sonho do futuro profissional de muitas pessoas.

Mas por onde começar?

Depois que você definiu quais os seus objetivos, o porquê que você deseja ter seu próprio negócio, o próximo passo é saber quais são suas opções. Vou listar aqui algumas destas opções, com meus comentários (deixando claro que exitem exceções e outros detalhes que precisam ser avaliados):

Abrir uma franquia

Normalmente é preciso realizar um alto investimento, com isso o retorno costuma ser maior também. Necessita de dedicação em tempo integral, e algumas franquias exigem treinamento. Houve um “boom” de redes de franquias, por isso recomenda-se pesquisar bastante, inclusive consultar atuais franqueados. Sugiro buscar franquias associadas à ABF (Associação Brasileira de Franchising).

empreende2

Abrir um comércio ou serviço de rua (loja, bar, restaurante, salão de beleza, etc)

Um dos principais fatores de sucesso deste modelo é o ponto comercial, e isto influencia o custo do investimento. Teoricamente, quanto melhor o ponto, mais caro ele é. Além disso, será necessário investir em equipamentos ou estoque de produtos. Em muitos casos, precisará prever gastos com divulgação do seus estabelecimento para criar a clientela. Necessita de dedicação em tempo integral e investimento relativamente alto dependendo do tamanho da “reforma” no ponto, e dos preços dos equipamentos/estoques.

Abrir uma empresa de serviços especializados que não necessitam de ponto físico (Tradutor, redator, designer, decorador de festas, serviços domésticos, doces para festas, etc)

Home-Office traz uma excelente economia ao empreendedor além de outras vantagens, porém é preciso organização e empenho para não deixar isto se tornar um problema na performance do seu negócio. Outro ponto importante é que, normalmente, este tipo de negócio necessita de especialização. Você precisa ter um conhecimento específico e qualificado para que seu negócio prospere. Há muitas franquias dedicadas a estes tipos de serviço, mas vale a mesma dica da franquia tradicional, pesquise e estude bem para evitar “furadas”. Também sugiro buscar franquias associadas à ABF (Associação Brasileira de Franchising). Não necessariamente precisa de dedicação integral, mas mais uma vez vale a dica da organização e empenho.


Ser revendedor de produtos de empresas de vendas diretas e marketing multinível

empreende3Uma boa opção para quem não tem muito tempo, dinheiro e uma boa ideia para investir, é vender produtos de empresas de venda direta e marketing multinível. Você não precisa de um local físico, baixo custo de investimento (normalmente compra de alguns produtos), e normalmente pode inciar em tempo parcial. Neste caso, o que  você precisa é utilizar muito bem sua rede de contatos e aprimorar suas técnicas de vendas. É muito comum empresas do mercado de cosméticos, mas também há empresas de outros mercados. Sugiro buscar empresas associadas à ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Venda Direta).

Abrir um loja virtual

O e-commerce é uma grande oportunidade para quem quer iniciar um negócio sem abrir mão do emprego tradicional. Montar uma loja virtual, não exige um custo tão alto como o de um ponto fixo, mas precisa fazer um pequeno investimento inicial para a construção e hospedagem da loja virtual. Ah, em muitos casos você precisa investir em um pequeno estoque inicial.

A facilidade de gerenciar de forma remota e começar em tempo parcial atrai muitas pessoas para este novo método de empreender. Além disso, as vendas online aumentam a cada dia. Defina os produtos com quais vai trabalhar, monte a loja virtual, e divulgue. Sabemos que não é tão simples assim (como qualquer negócio), mas os riscos são mais baixos e você pode começar pequeno e crescer com o tempo.

Montar um blog e geração de conteúdo

Outro empreendimento que está em alta para que quer começar em tempo integral e com baixo custo de investimento é montar um blog. Atualmente não é mais “só” montar um blog, você precisa gerar conteúdo. Conteúdo nos mais diversos canais/mídias sociais. O retorno é um pouco mais demorado e precisa de dedicação. Muitos blogueiros e blogueiras que hoje vivem apenas disso, possuem milhares de seguidores em seus blogs e mídias sociais. Tornaram-se formadores de opinião, em seus assuntos ou temas relacionados aos conteúdos que geram. Criar uma identidade é fundamental para o sucesso, bem como utilizar e trabalhar bem os demais canais de comunicação (outras mídias sociais) como Facebook, Youtube, Instagram, Twitter e Snapchat.

blogue

Leave a Reply