10 dicas matadoras para cuidar do seu dinheiro e ter um bom planejamento financeiro

controle-financeiro-pessoal-como-comecar-570x300

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), sobre Endividamento e Inadimplência, ou seja, pagamento em atraso, mostra que o percentual de famílias endividadas, e em dificuldades para pagar em dia, é de 57,5%, mais da metade da população.Em qual parte você está? Escrevi 10 dicas matadoras para organizar seu dinheiro, e começar a fazer um planejamento financeiro pessoal:

1 – Autoconhecimento financeiro

Você quer controlar o que não conhece? Você precisa saber exatamente seu patrimônio e o valor das suas fontes de renda. Além disso, também precisa saber exatamente o tamanho das suas dívidas, caso tenha.

2 – Mapeie todos os seus gastos mensais

Você precisa saber exatamente quanto você gasta todo mês. Assim você saberá quanto ganha, quanto gasta e quanto sobra todo mês. Ele será sua referência!

3 – Elimine ou reduza os gastos supérfluos

Gaste menos do que você ganha, o ideal é que seus custos seja no máximo 70% da sua renda. Ajuste seu padrão de vida para sua realidade. Mas lembre-se dinheiro é bom, mas não é tudo! Não esqueça da sua satisfação pessoal, da sua qualidade de vida.

4 – Poupe e invista

Reserve pelo menos 10% da sua renda para poupar e investir, para sua aposentadoria e para realizações de alguns sonhos/objetivos. Sugestão: 5% invista para a aposentadoria, e 5% invista para realizar algum sonho/objetivo.

5 – Tenha um reserva financeira

Imprevistos acontecem, mantenha uma reserva para emergências. Sugestão: Tenha uma reserva de 6 vezes do seu custo mensal.

6 – Reduza suas formas de pagamento

É mais fácil perder o controle quando você utiliza diversas formas de pagamento. Usar dinheiro, cheque, cartão de débito, diversos cartões de crédito, débito automático, boletos, tudo ao mesmo tempo não traz nenhuma vantagem.
Algumas opções são necessárias, por exemplo você precisa ter um pouco de dinheiro na carteira para alguma emergência, mas nada além disso. Cheque? Débito? Boleto bancário? só quando realmente necessário. Não lhe traz nenhuma vantagem. Troque tudo pelo uso “correto” de um cartão de crédito, além de possibilitar maior controle do seus gastos através da fatura (que você deve consultar regularmente online), você pode receber alertas de gastos por SMS e ainda acumular pontos para utilizar em algum programa de fidelidade.

7 – Antes de comprar, avalie a compra depois pesquise!

Pergunte-se: “Eu realmente preciso?”. Nossas compras são movidos por vários fatores, desejo, status, curiosidade, e necessidade, avalie se o último fator está presente na sua compra.
É impressionante a diferença de preços entre as lojas ou canais (varejo físico ou online), use a tecnologia a seu favor! Use a internet e pesquise, use seu Smartphone e anote os preços, busque descontos.8 – Aprenda mais sobre finanças e investimentos

Saber mais sobre este assunto, com certeza trará benefícios para você hoje e no futuro. Saber como funciona o mercado de investimento também fará com que você invista de forma correta e maximize seus ganhos, ou reduza gastos com impostos.

9 – Defina metas e objetivos

Juntar dinheiro, por juntar dinheiro não é algo prazeroso para nosso cérebro. Gostamos de imaginar o que vamos obter com este esforço de postergar o consumo hoje, em prol de algo no futuro, quer seja: uma viagem de férias, um carro novo, uma nova casa, ou mesmo uma situação confortável em nossa aposentadoria. Lembre-se a meta, para ser meta deve ser específica e possuir um prazo.

10 – Torne o controle financeiro uma hábito

Não adianta fazer um planejamento financeiro pessoal apenas uma vez. Precisa fazer sempre, faça isso na sua rotina, torne um hábito. Acompanhe, atualize, re-planeje, faça!

Leia também o post sobre Planejamento financeiro pessoal:
http://www.alexkobayashi.com.br/2015/01/planejamento-financeiro-pessoal/

Consultoria, análises e sugestões de planejamento financeiro pessoal: info@myteamwork.net

Sucesso!

Abs,

Alex

Leave a Reply